segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Seis Filmes (que você provavelmente não viu) e que podem te inspirar no RPG – Parte II

Budegueiros! Hoje estou trazendo a segunda parte da lista com os filmes que podem te inspirar nas sessões de RPG. Sem mais delongas, vamos começar com uma dobradinha:




4– “The ABCs of Death 1 e 2” ou “O ABC da Morte 1 e 2” (2012/2014)


Sinopse: Vou propor um desafio: te darei uma letra do alfabeto e com essa letra você deve criar um curta-metragem com o tema morte. Aceita o desafio?

Essa é melhor forma de explicar “O ABC da Morte”, até porque o filme segue essa temática: 26 diretores tiveram a total liberdade para criarem um curta com uma letra que fora dada a eles, mas deveriam manter-se fieis a letra. O filme é composto por 26 curtas que exploram a morte nas suas mais variadas, surreais e inusitadas formas.

Por que vale a pena assistir e como você pode usar no RPG?

Tanto o primeiro quanto o segundo filme – o segundo sendo ainda melhor que o primeiro –, apresentam os mais diversos tipos de curtas que vão desde animações em 3D ou 2D, passando por filmes em preto e branco, curtas gore, em formato found footage e outros futuristas. Tenho que deixar claro que ambos têm produções muito interessantes, mas também tem coisas que você deveria passar longe. Alguns são bem dirigidos ou possuem uma fotografia bonita; outros se sobressaem pelo roteiro bem elaborado com tramas tão bizarras e cheias de reviravoltas; outros são tão ruins e dispensáveis que é fácil sentir um forte arrependimento por ter perdido seu tempo assistindo tamanha porcaria (para dizer o mínimo). Mas no geral são filmes bem interessantes e que funcionam como uma vitrine: eles revelam muitos diretores e roteiristas para ficar de olho.


No RPG os filmes funcionariam como um gatilho criativo: a quantidade de curtas que compõem a obra é bastante extensa, portanto você tem um leque de opções para se inspirar na hora de montar um cenário, um roteiro ou personagens para um jogo. Todos os filmes se encaixam nos padrões de um fim trágico, mostrando que a criatividade (e também a insanidade) humana não tem limites. Muitas das propostas dos filmes podem ser dissecadas para criar algo totalmente inovador nas suas sessões de jogos. Criatividade é a palavra de ouro.


5 – “We Are What We Are” ou “Somos o Que Somos” (2013)


Sinopse: Existe uma família “excêntrica” em toda vila. Pessoas que por sua extrema discrição e que são considerados reclusos não são incomuns. Os Parkers são esse tipo de família. Frank (Bill Sage) controla a família rigidamente, e após a morte de sua esposa, suas filhas Iris (Ambyr Childers) e Rose (Julia Garner) devem cuidar do irmão mais Rory (Jack Gore) enquanto o pai tenta manter os costumes da família. Mas a tradição ancestral dos Parker fica ameaçada com as investigações locais.

Por que vale a pena assistir e como você pode usar no RPG?

Não espere por um filme de terror com sustos, tripas e doses cavalares de sangue. “Somos o Que Somos” é um filme de terror gótico extremamente psicológico. Muitos podem considera-lo um drama, mas a categoria do filme não é importante. O cerne da questão é: esta é uma obra que você definitivamente deveria assistir. Toda a atmosfera é fria e opressora. A relação entre os personagens é intrínseca e bem construída, fazendo com que você ora os odeie, ora os ame por sua tradição – esta que é  o fio condutor da obra, é ela quem vai entrelaçar os personagens em um enredo sombrio e perturbador. 

Vou dar mais uma dica bem interessante: se você já conhece o site O Aprendiz Verde, pesquise por Kuru. Antes de me crucificar, fique calmo porque não é spoiler; o termo foi mostrado no próprio trailer, e se você pesquisar pelo filme, um dos primeiros resultados vai jogar na sua cara o elemento chave da trama. Portanto recomendo que só faça a pesquisa depois que os créditos subirem, pra não estragar as surpresas. O site citado anteriormente tem a matéria mais completa que eu encontrei sobre o assunto, então vale muito a pena se você estiver curioso a respeito e quiser entender mais sobre o roteiro, que não está tão longe assim da realidade.


Imagine um jogo onde você deve manter os costumes da sua família enquanto enfrenta seus filhos e investigações policiais. O que você faria para tentar atrasar as investigações locais e para proteger os antigos costumes familiares? Assistir ao filme pode abrir uma infinidade de possibilidades para explorar o melhor e o pior dos seus personagens e jogadores. Colocá-los no limite enquanto lutam contra seus demônios internos e tudo ao seu redor poderá trazer reflexões interessantes ao final das partidas. E falando em pior e melhor dos personagens, aqui vai mais uma dica sensacional: o Forte RPG (atual RPG Vale) está com uma série sensacional! Trata-se do Obituário 793, uma produção original do Forte com uma narração diferente de tudo que você já ouviu e com um jeitão de série de TV. Sem demagogia, o Forte tem feito um trabalho excepcional com essa série, é algo simplesmente incrível. Se você é fã de RPG (mesmo que não seja) e procura por podcasts em formato Storytelling (narrativos) com uma história de cair o queixo, personagens memoráveis e uma edição magnificente (pra dizer o mínimo) você precisa ouvir o Obituário 793. Me agradeça depois.

6 – “2 Coelhos” (2012)

Sinopse: Edgar (Fernando Alves Pinto) é um típico brasileiro (não muito diferente de você ou de qualquer um que você conheça): esmagado de um lado pela corrupção do poder público ineficiente e do outro lado, pela criminalidade. Ele decide então fazer justiça com as próprias mãos, colocando políticos e chefes do crime em colisão.

Por que vale a pena assistir e como você pode usar no RPG?

Parece simples, não é mesmo? Uma história bacana, atores já conhecidos do publico, por que esse filme entrou pra lista? O que ele tem de tão “uau”? Que tal: um filme incrível, cheio de tramas mirabolantes e reviravoltas mais mirabolantes ainda, um roteiro que mostra de forma bem critica (e realista) o descaso e a ganância do poder público e seus representantes. Um retrato fiel do nosso país com uma história incrivelmente interessante que fará sua cabeça explodir. Consegui te convencer? Ainda não? E se eu te disser que esse filme cheio de potencial é brasileiro? Isso mesmo, o filme é BR e tem uma qualidade que não deixa a desejar em nada para grandes filmes de Hollywood. Temos diversas momentos muito bacanas em câmera lenta, algumas com animações em 3D e outras que misturam elementos em forma de desenho no meio da cena (como na foto).


“2 Coelhos” tem um enredo rico e complexo. O fio condutor é a justiça que Edgar quer fazer com as próprias mãos, mas esse é só o estopim para os inúmeros elementos de virada que vão te surpreender muito e que podem ser usados nas suas mesas. Reviravoltas (quando bem utilizadas) são elementos que tornam o jogo algo ainda mais inesquecível. Uma campanha que trace um perfil da sociedade atual, com personagens corruptos e inocentes em um jogo de gato e rato é um prato cheio pra um mestre criativo. 

E como o assunto é reviravolta e tramas surpreendentes, não posso deixar de citar os queridíssimos amigos e parceiros do Crônicas de Mentes. A crônica atual se passa em uma cidade fictícia no interior de São Paulo chamada Martírio, daí o nome da crônica: Bem-Vindo a Martírio. A trama é tão intensa, com um enredo tão envolvente e cheio de reviravoltas que é impossível não ficar ansioso pelos próximos episódios. Pra nossa sorte, intercalando com os episódios quinzenais das Crônicas, eles têm um programa de leitura de e-mails e comentários e que passou a receber convidados para conversarem sobre os mais diversos assuntos ligados ao RPG: o Leitura de Mentes, que inclusive recebeu o Dio (da Rádio Budega) no Episódio 19: Terror e Horror no RPG e a Medora (também da Rádio Budega) no Episódio 23: Mulheres no RPG. Sou suspeito pra falar, afinal o CdM é um dos meus podcasts favoritos e o trabalho desses caras é simplesmente espetaculoso.

Se você quer um filme que apresente uma temática atual com uma história inteligente e cheia de subtramas pra te dar uma mãozinha na hora de criar o seu universo, essas duas dicas são essenciais: Forte RPG e o Crônicas de Mentes.
__________________________________________________________________________

Gostou? Você tem algum filme que gostaria de ter visto nesta lista? Então entre em contato conosco através de nosso e-mail: radiobudega@gmail.com, ou pela nossa linda página no facebook: Rádio Budega (e não esqueça de curtir, comentar e comentar com os amiguinhos). 

Ps: Agradecimento especial do Pentáculo Budegueiro ao amigo Erick Hunter pelo brilhante artigo duplo, onde sem dúvida irá dar novos ângulos para nossas mesas de RPG. 

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...