sábado, 13 de dezembro de 2014

Novas Sendas para Mago o Despertar

     Iniciando Transmissão - Hoje nós saímos do Reino Decaído, e estaremos vagando sem destino  pelas muitas faces do Mundo Superno, preparem sua mana e seus imagos, recordem seus clássicos e evitem o paradoxo , é hora de MAGIA na Rádio Budega! 
     
     Os Magos são seres humanos que Despertaram, que descobriram dentro de suas almas uma ligação com um dos Reinos Supernos descritos no cenário Mago o Despertar. Hoje irei trazer algumas criações testadas e aprovadas (100% garantidas por nós mesmos) para que seu jogo de mago tenha mais opções (tudo para sua diversão, e para nosso orgulho, é claro). 

As torres são: 

A Torre da Diadema de Prata, do Reino Superno de Elísio onde reinam os Arcanos da Vida e da Forças. (Radamantos) A Senda das Lamentações. (Magistrados)

A Torre da Ampulheta de Mercúrio, do Reino de Fântaso onde reinam os Arcanos da Mente e do Destino. (Pítias) A Senda do Delírio. (Onironautas)

A Torre da Bussola de Tantalita, do Reino de Kairós onde reinam os Arcanos do Espaço e do Tempo. (Parcas) A Senda da Dobra. (Fiandeiras)

A Torre da Égide Efêmera, do Reino de Geena onde reinam os Arcanos da Morte e do Espírito. (Aquerontes) A Senda do Néctar. (Exilados)

A Torre da Bigorna de Táumio, do Reino de Avalon onde reinam os Arcanos da Matéria e do Primórdio. (Telúricos) A Senda Filosofal.  (Alquimistas) 



As Sendas:
Radamantos

                Os Magistrados que trilham a Senda das Lamentações. Herdeiros da Torre da Diadema de Prata no Reino de Elísio, Reino de Divindades e Morada de Heróis Caídos.

                Os magos da Diadema de Prata são conhecidos como os mais sérios e taciturnos entre os despertos. Impregnados por um senso de justiça (nem sempre "justo"), estes magos da Senda das Lamentações veem sua condição de modo único: Aqueles que devem se sacrificar pelos outros permitindo a redenção dos adormecidos.
                Quando o Reino de Estígia perdeu sua contra-parte caída, o Submundo, um novo Reino se ergueu sendo conhecido como Elísio, um mundo onde os mortos dignos poderiam descansar finalmente depois de uma vida de lutas e sofrimento.
                Sua afinidade com os Arcanos da Vida e da Forças é tida como um reflexo da personalidade que o Reino de Elísio se utiliza para escolher seus seguidores, uma vez que é preciso Força para caminhar, e enquanto houver Vida nunca desistir de seus ideais.
                O Reino de Elísio é visto como um grande campo verde, iluminado divinamente por sóis e estrelas, seus moradores rejuvenescem neste local, mas seu grande diferencial é o enorme muro que delimita seus domínios, o Muro das Lamentações, onde rostos em sofrimento esculpidos em pedra são um lembrete de que todo deleite só é merecido depois da dor digna.
                Aparência: Os Radamantos geralmente são vistos como pessoas atraentes, mas sua simplicidade do modo de vestir e seu desapego material pode muitas vezes encobrir sua graciosidade quase divina com humildade cabisbaixa.
                Histórico: A Senda das Lamentações tem uma predisposição para escolher aqueles que de alguma forma se sacrificaram por seus familiares, amigos ou ideais, não raro é saber de histórias de despertares de magos Radamantos que estavam a beira da morte quando vislumbraram a Torre da Diadema de Prata.

                
                Arcanos Regentes: Vida e Forças
                Arcano Inferior: Tempo   



Pítias

                Os Onironautas que trilham a Senda do Delírio. Herdeiros da Torre da Ampulheta de Mercúrio no Reino de Fântaso, Reino de Loucuras e Morada de Sonhos.

                Os magos que despertam na Senda do Delírio são ligados com as forças criativas que renovam a Trama, visionários por natureza e um tanto quanto distraídos, os magos da Torre da Ampulheta de Mercúrio reconhecem que tudo na existência é maleável mesmo que seja feita de algo tão resistente quanto metal.
                O Reino de Fântaso nasceu derivado da ponte do Hieromagus com os Reinos Supernos através dos Planos Astrais, sendo uma ramificação dos mesmos e que intimamente está ligada com cada ser capaz de sonhar. Os Onironautas veem sua missão na Trama como aqueles responsáveis por interpretas as forças primitivas do inconsciente desperto em uma linguagem que todos possam entender, fazendo assim com que "o que deveria ser será" de acordo com os desejos ocultos da própria alma.  
                O Reino de Fântaso é um lugar que beira a loucura, tudo ali se modifica continuamente em uma evolução que aparenta ser caótica como uma torrente de pensamentos, mas que mesmo por caminhos tortuosos se torna algo belo, como se já tivesse sido programado para ser daquela forma. Muitos dizem que tal reino é o contraste da Ordem no Caos e o Caos na Ordem, onde os sonhos humanos tomam forma.
                Aparência: Os magos da Trilha do Delírio geralmente são vistos como indivíduos excêntricos, se vestem de forma desapropriada para certas ocasiões, com cores fortes e tons psicodélicos na maioria das vezes.
                Histórico: A Senda do Delírio busca os indivíduos que já demonstram uma pré-disposição para superar expectativas de formas inusitadas, inspirados por sonhos ou até mesmo nas áreas da arte.

                Arcanos Regentes: Mente e Destino
                Arcano Inferior: Espaço


Parcas

                As Fiandeiras que trilham a Senda da Dobra. Herdeiros da Torre da Bussola de Tantalita no Reino de Kairós, Reino da Atemporalidade e Morada de Fractais.

                Os magos que despertam com uma afinidade com o reino de Kairós são tidos como um tanto quanto antiquados, anacrônicos e arcaicos. Sua visão de mundo é tida como sem fronteiras, manejando os fios temporais e as distâncias são assustadores e vistos com desconfiança, uma vez que são capazes de saber tudo sobre alguém sem sair do lugar.
                O Reino de Kairós nasceu de algum bastião do Deus-Máquina conquistado pelos despertos no final da Aurora dos Expurgos, os ecos do sistema de funcionamento ainda existem, mas agora, dizem, está tudo sobe controle.
                O Reino de Kairós é um local sem começo nem fim, feito de inúmeras dimensões, muitas acima da simples terceira, o tempo neste local funciona como os mecanismos de um relógio, embora poucos se atrevam a entender suas peças por completo. Aqui a Ordem é aplicada ao próprio Infinito, tudo é simétrico, medido, controlado e cortado se assim for necessário.
                Aparência: As Parcas costumam usar roupas antigas, clássicas, modestas e anacrônicas, moda não é seguida, pelo menos não a atual, não é incomum ver alguns deles usando roupas do século 19 com orgulho.
                Histórico: A Senda da Dobra costuma escolher indivíduos que buscam a perfeição, que observam o mundo de uma forma lógica e racionalizada, que medem as consequências com uma maestria matemática da própria realidade.

                Arcanos Regentes: Espaço e Tempo
                Arcano Inferior: Vida 


Aquerontes 
               
                Os Exilados que trilham a Senda do Néctar. Herdeiros da Torre da Égide Efêmera no Reino do Limbo, Reino de Visões Invisíveis e Seres Inexistentes.

                Os magos que despertam na Torre da Égide Efêmera são tidos como indivíduos solitários e desligados da realidade física, seu contato com os Fantasmas e Espíritos lhe dão uma predisposição a evitar os assuntos mundanos, mas uma alegria inebriante quando interagem com seres inumanos.  
                O Reino do Limbo nasceu do choque de paradoxos entre um Oráculo e um Exarca na Grande Segunda Guerra Superna, formando um vácuo tão poderoso que as almas eram arrancadas dos corpos a distância de quilômetros. Quando finalmente pôde ser seguro adentrar neste reino, descobriram que ali se tornou uma espécie de Sombra Superna, o que vêm rendendo estudos até hoje. 
                O Reino do Limbo é um local tanto de espíritos quanto de fantasmas, uma dimensão que reflete a alma de seus visitantes tal qual um espelho, por ser um local feito de efemeridade é fácil se deixar levar pelas emoções intensas provocadas pelos poderes sobrenaturais, onde orgias e desespero se misturam em estase.
                Aparência:  Os Aquerontes se vestem como mais confortável for para eles, se preocupam sempre em manter mais o respeito por aqueles que não podemos ver do que por aqueles que de fato vemos. 
                Histórico: A Senda do Néctar costuma chamar pessoas que já tenham tido contato com a morte, e/ou que já tenham sido expostas aos reinos da Sombra, suas personalidades refletem exatamente isso, seu prazer em estar longe do mundo.

                Arcanos Regentes: Morte e Espírito
                Arcano Inferior: Matéria
                

Telúricos

                Os Alquimistas que trilham a Senda Filosofal. Herdeiros da Torre da Bigorna de Táumio no Reino de Avalon, Reino de Elixires e morada de Homúnculos.

               Os magos que trilham a Senda Filosofal são eruditos por natureza, voltados para o conhecimento acima de tudo, são tidos como sábios entre os sábios, como os pilares que suprem as necessidades materiais dos despertos nos dias de hoje, com suas pesquisas e força de vontade eles colocam a mão literalmente na massa.
                O Reino de Avalon é um reino subterrâneo, onde pedras preciosas e cachoeiras de Primórdio se encontram, feito de fragmentos da Pedra da Alma do próprio Hieromagus (o Mago Supremo das lendas dos Guardiões do Véu), é tido como um lugar onde suas forjas podem fazer nascer um Big Bang, bem como a Aniquilação Total.
                Os Alquimistas se vêm como os únicos capazes de forjar um novo mundo, eles levam o título de "artífices da vontade" muito a sério, sendo conhecidos também como filhos de Hefesto por sua grande habilidade de criar prodígios.
                Aparência: Os Alquimistas se vestem muito bem, com requinte que condizem com seu status de nobres pesquisadores eruditos da sociedade.
                Histórico: Os escolhidos para o chamado da Torre da Bigorna de Táumio são tidos como indivíduos fortes o suficiente para manusearem instrumentos e inteligentes o suficiente para criar maravilhas, desde artesãos a ferreiros á cientistas e fanáticos.  

                Arcanos Regentes: Matéria e Primórdio
                Arcano Inferior: Destino

Um comentário:

  1. Excelente! Vou colocar um link no meu blog para este artigo. Muito bom mesmo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...